Resultado da votação Os Melhores de 2001

 

Após apuração dos votos, publicamos o resultado final seguido de nossos comentários e de nossa escolha:

 

  • Melhor Disco Internacional

Yes Magnification 31,25%
Le Orme Elementi 12,50%
Pendragon Not of This World 9,38%

 

  • Melhor Disco Nacional

 

Arion Same 32,00%
Index Liber Secundus 12,00%
Eloy Fritsch Mythology 12,00%
Cactus Peyotes Same 8,00%


Comentários: Uma votação massiva internacional no Yes e nacional no Le Orme, com Pendragon conquistando o terceiro posto por sua já tradição dentro do Progressivo mundial, mesmo não apresentando um trabalho tão inovador para os votantes. O Yes surpreende, já que existem facilmente pelo menos 5 trabalhos bem melhores que Magnification. No Brasil, apesar dos poucos lançamentos, o Arion parece ser realmente uma grata surpresa.

 

A escolha da RPB:  Asia - Aura, Pallas  - The Cross and the Crucible e Gandalf - Visions 2001 . Nacional: Poços & Nuvens - Província Universo, Arion - Same e Index - Liber Secundus. 

Comentários: Como foi no disco anterior, Província Universo será reconhecido apenas no ano seguinte. Este disco reflete perfeitamente a "atmosfera" proposta. Indispensável. Internacional: há muito tempo não se vê um disco com uma proposta tão honesta quanto o Aura do Asia. Ao ouvir este disco me senti no início dos anos 80. Pop prog da melhor qualidade, arte do Roger Dean excelente e músicos de primeira. Para ouvir centenas de vezes. 

  • Melhor Relançamento Internacional

Twelfth Night Collector's Item 9,38%
Yes Keystudio 6,25%
Yes Close to the Edge 6,25%
Yes Tales from Topographic Oceans 6,25%

 

  • Melhor Relançamento Nacional

Anno Luz Same 19,05%
Recordando o Vale das Maçãs 1977-1982 14,29%
Marco Antônio Araújo Influências 4,76%
Sagrado Sacred Heart of Earth 4,76%


Comentários: Justiça feita para um dos ícones do Neo-Progressico britânico (e mundial). As escolhas do Yes também caem no mesmo caso anterior, sendo que O Keystudio foi um desrespeito com quem comprou os dois Keys to Ascension só por causa das músicas inéditas. No Brasil, fez-se justiça ao Anno Luz e Recordando..., sendo que este último é um dos melhores trabalhos de restauração vinil/CD no rock nacional.

 

Escolha da RPB: Twelfth Nigh - Collector's Item, Ergo Sum - Mixolidio e Caravan - In the land of grey an pink. Nacionais:  Anno Luz - Same, Recordando... - 1977 - 1982 e Alpha III - The Seven Spheres 

 

  • Melhor Banda Internacional

 

Yes 31,25%
Pendragon 12,50%
Transatlantic 6,25%
IQ 6,25%

 

  • Melhor Banda Nacional

 

Arion 40,00%
Index 12,00%
Sagrado 8,00%

 

Comentários: Ja era esperado, apesar de termos outras bandas que mereciam estar na lista. na esfera nacional, o Arion leva com justiça.

Escolha da RPB: Asia, Pallas e Magenta. Nacional: Arion, Sagrado e Index 

 

  • Melhor Arte Internacional (capa, encarte etc)

 

Pendragon

Not of This World

18,75%

Transatlantic

Bridge Across Forever

12,50%

Le Orme

Elementi

9,38%

 

  • Melhor Arte Nacional (capa, encarte etc)

 

Arion

Same

36,00%

Eloy Fritsch

Mythology

20,00%

Index

Liber Secundus

12,00%

 

Comentários: O encarte de Not of This World está coerente com a proposta do disco, bem como a do Arion.

Escolha da RPB: Internacional Asia - Aura. Nacional: Cactus Peyotes - Same

 

  • Melhor Vocalista

 

Jon Anderson

Yes

50,00%

Neal Morse

Transatlantic/Spock's Beard

9,38%

Peter Nichols

IQ

6,25%

 

  • Melhor Vocalista Nacional

 

Tânia Braz

Arion

44,00%

Jones Junior

Index

12,00%

Malu Aires

Sagrado

8,00%

 

Comentários: A voz da Tânia Braz não lembra a da Annie Haslam. Tendo isto em mente, escutem o disco e comprovem o talento desta mineira. Internacional: esperado, apesar de no momento atual terem pelos menos uns 3 melhores ( o do Pallas, por exemplo).

 

Escolha da RPB: Cristina (Magenta) e Tânia Braz (Arion)

 

  • Melhor Guitarrista Internacional

 

Steve Howe

Yes

25,00%

Ronie Stolt

The Flower Kings/Transatlantic

15,63%

Nick Barret

Pendragon

9,38%

 

  • Melhor Guitarrista Nacional

 

Jones Junior

Index

24,00%

Luciano Soares

Arion

16,00%

Augusto Rennó

Sagrado

8,00%

 

Comentários: Certamente temos uns 3 guitarristas com trabalhos mais consistentes que o atual de Steve Howe no Yes. Gandalf e Mike Henderson (Djam Karet)são bons exemplos. Nacional: justiça feita.

Escolha da RPB: Gandalf e Jones Junior

 

  • Melhor Baixista Internacional

 

Chris Squire

Yes

34,38%

Peter Trewavas

Marillion/Transatlantic

12,50%

John Jowitt

IQ/Jadis

9,38%

 

  • Melhor Baixista Nacional

 

Carlos Linhares

Arion

20,00%

Ronaldo Schenatto

Index

16,00%

Ives Pierine

Cactus Peyotes

8,00%

 

Comentários: Squire está muito bem em Magnification, inclusive cantando "magnificamente" uma faixa do disco. Ives Pierine poderia estar em primeiro.

 

Escolha da RPB: Graeme Murray (Pallas) levou o prêmio da Classic Rock Society. Ele está perfeito em The Cross and The Crucible e Ives Pierine (Cactus Peyotes)

 

  • Melhor Tecladista Internacional

 

Rick Wakeman

 

28,88%

Jordan Rudess

Dream Theater

18,75%

Clive Nolan

Pendragon/Arena

15,63%

 

  • Melhor Tecladista Nacional

 

Eloy Fritsch

 

40,00%

Sergio Paolucci

Arion

20,00%

Otaviano Cury

Index

12,00%

 

Comentários: Apesar da idade, Wakeman continua esbanjando talento e competência, como pode ser presenciado na turnée brasileira. Eloy Fritsch era pule de dez e Sérgio Paolucci tem muito a crescer com o Arion.

 

Escolha da RPB: Clive Nolan (Pendragon/Arena) está impecável em Breakfast in Biarritz e Not of this World. Atenção também para Robert Reed na banda Magenta. No âmbito nacional ficamos com Eloy Fritsch.

 

  • Melhor Baterista Internacional

 

Mike Portnoy

Transatlantic/Dream Theater

28,13%

Bill Bruford

Earthworks

18,75%

Michi dei Rossi

Le Orme

9,38%

 

  • Melhor Baterista Nacional

 

Nelson Rosa

Arion

24,00%

Leonardo reis

Index

8,00%

André Godoy

 

4,00%

 

Comentários: A mesma pergunta feita ano passado faremos este ano: O que o Mike Portnoy está fazendo no Dream Theater? No Transatlantic ele se transforma numa fera do instrumento! Nelson também tem muito a crescer.

 

Escolha da RPB: Emma M. (Priam) e Paulo Pagni (Mobilis Stabilis)

 

  • Melhor Instrumentista Internacional

 

Marcus Viana

Violino (Sagrado)

15,63%

Martin Oford

Teclados, flauta (IQ)

6,25%

Hans Bruniusson

Percussão (Samla Mammas Manna)

3,13%

 

  • Melhor Instrumentista Nacional

 

Marcus Viana

Violino (Sagrado)

36,00%

Edgar Sleifer

Flauta (Poços&Nuvens)

4,00%

Hermeto Pascoal

Diversos

3,00%

 

Comentários: Marcus Viana parece viver seu seu melhor momento artístico. Fez um trabalho comercial de excelente qualidade em Maktub e reeditou ótimos momentos do Sagrado na coletêna Sacred Heart of Earth. Tanto fez que levou nos dois âmbitos: nacional e internacional, fato inédito no Best of da RPB e quiçá em qualquer outra pesquisa do gênero.

 

Escolha da RPB: Marcus Viana

 

  • Melhor Show Internacional

 

Le Orme

RARF 2001

16,00%

Steve Hackett

Rio de Janeiro

9,38%

Rick Wakeman

Canecão, RJ

6,25%

 

  • Melhor Show Nacional

 

Arion

BH

16,00%

Montauk Project

RARF 2001

12,00%

Apocalypse

Parque da Redenção, RS

8,00%

 

Comentários: Justo. Le Orme fez um belo show aqui no RARF 2001. E o Rio de Janeiro firma-se cada vez mais com a capital progressiva do Brasil. Todos os shows escolhidos foram desta cidade. O show do Montauk Project foi curto. Tinha que ter sido maior!

 

Escolha da RPB: Le Orme e Montauk Project

 

  • Novidade Internacional

  •  

Hamadryad

9,38%

La Torre Dell' Alchimista

6,25%

Ambeon

6,25%

Kvazar

3,13%

 

  • Novidade Nacional

 

Arion

48,00%

Mobilis Stabilis

4,00%

Cactus Peyotes

3,00%

 

Comentários: Todos ainda ouvirão falar (e muito) dos canadenses do Hamadryad. Arion sem dúvida.

 

Escolha da RPB: Hamadryad e Arion

 

  • Decepção Internacional

 

Marillion

Anorakphobia

18,75%

Dream Theater

Live Scenes from New York

9,38%

Transatlantic

Bridge Across Forever

6,25%

Yes

Magnification

6,25%

 

  • Decepção Nacional

 

Não foram votadas bandas e discos e sim shows e boatos que não puderam ser classificados e computados.

 

Comentários: Se é para fazer discos assim, é melhor o Marillion se aposentar. Um ano infeliz para o Dream Theater.
Se Transatlantic continuar no mesmo estilo...

 

Escolha da RPB: Dream Theater - Live Scenes form New York. Disco infeliz, capa infeliz. Enfim, melhor a banda esquecer que 2001 existiu.

 

Até 2003, com os melhores de 2002!

 

 

Gostou deste sítio e deseja contribuir de alguma forma? Clique aqui!